como conseguir capital para abrir sua empresa odontocon 750x419 - COMO CONSEGUIR CAPITAL PARA ABRIR SUA EMPRESA

COMO CONSEGUIR CAPITAL PARA ABRIR SUA EMPRESA

Maio 18, 2020 - @odontocon

Sem comentários

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

O sucesso de um negócio depende muito da organização do empreendedor e do seu conhecimento sobre o mercado. Ter dinheiro também é essencial para estruturar as grandes ideias de negócio e mantê-lo, mas é comum que empreendedores não tenham o dinheiro necessário para investir na ideia de imediato ou até mesmo não conseguem continuar com o projeto por falta de capital.7 dicas de financas para empresas que estao comecando img 1 - COMO CONSEGUIR CAPITAL PARA ABRIR SUA EMPRESA

Você teve uma ideia de negócio, definiu os produtos e serviços que pretende oferecer, estabeleceu o público-alvo e até a forma jurídica do empreendimento, mas ainda falta uma parte essencial para criar de fato a sua empresa: o capital. Todos os tipos de negócios, inclusive e-commerce, precisam de recursos, desde o registro até a compra de produtos, locação de salas comerciais, equipamentos, decoração, e despesas variadas. 

Alguns começam de forma modesta, com reservas pessoais acumuladas ao longo de anos. Outros entram no jogo catapultados por cheques milionários de investidores. Outros recebem a ajuda de familiares ou recorrem às linhas de crédito bancárias. E existem profissionais que fazem uso das verbas rescisórias recebidas após uma demissão para realizar o sonho de empreender. Não existe jeito certo de captar dinheiro. Trata-se de um processo de tentativa e erro. Nessa etapa, sai na frente quem é capaz de identificar o tipo de suporte necessário para fazer sua empresa crescer.

Períodos de crise levam a negociações financeiras mais lentas e rigorosas. O cenário de cautela, no entanto, não deve ser confundido com escassez de recursos. A disponibilidade de capital pode ser observada na ampla rede de apoio disponível para as empresas brasileiras. Trata-se de um ecossistema formado por incubadoras, investidores-anjos, bancos, agências de fomento e fundos de investimento — e, mais recentemente, reforçado por plataformas de crowdfunding e programas de inovação corporativos.

Se você sonha abrir uma empresa, mas ainda não realizou seu desejo por falta de dinheiro, que tal começar a planejar o seu futuro como um empreendedor? Existem várias formas de conseguir a quantia necessária para dar início ao seu próprio negócio. Confira agora como você pode conseguir capital para abrir sua empresa.

 

Antes da Busca
Estude a Necessidade

Avalie qual é o volume de recursos pessoais que pode ser aplicado no negócio, antes de procurar bancos e investidores. Só recorra a capital externo caso seja realmente necessário.

Mapeie as Possibilidades
Estude quais são as fontes de apoio mais alinhadas ao perfil da empresa. Para buscar dinheiro no capital de risco, por exemplo, é preciso apresentar projetos de crescimento acelerado e estruturas enxutas.

Organize as Finanças
Receber capital externo é uma operação de risco para quem aplica e para quem recebe o dinheiro. Mantenha o fluxo de caixa equilibrado para atender às expectativas de credores e investidores.

 

Empréstimo Bancário Para Empresas

A maioria dos bancos oferece empréstimos diferenciados para as empresas. Então, se você tem um CNPJ, aproveite para negociar com as agências. Basta ir até uma delas com os seus documentos e procurar pelo gerente responsável por pessoa jurídica.

Vale lembrar que nessa hora a ideia é pesquisar: confira qual banco tem o melhor negócio, menores juros, condições facilitadas de pagamento e benefícios agregados, como por exemplo, desconto na mensalidade da maquineta do cartão de crédito ou taxas bancárias reduzidas.

 

Crowdfunding

O termo em inglês quer dizer “financiamento coletivo” e funciona praticamente como uma vaquinha. Basicamente, você faz uma campanha online pedindo doações e devolvendo algo em troca para esses investidores: pode ser um produto, um serviço, uma parte do dinheiro ou apenas uma contribuição para a sociedade. As pessoas interessadas começam a investir até que você alcance a sua meta e possa começar o seu negócio. A campanha pode ser feita em sites próprios para isso ou até mesmo com ajuda das redes sociais.

 

Incubadoras

As incubadoras são entidades que oferecem espaço físico, estrutura, assistência técnica e gerencial para empresas menores que estão começando no mercado e desejam inovar. Geralmente, o empreendedor paga uma taxa para a incubadora, que vai fornecer os serviços necessários para o negócio – e essa taxa é bem mais acessível para o empreendedor do que se ele comprasse tudo por conta própria.

Normalmente, as incubadoras estão ligadas ao poder público e a pesquisas universitárias. Por isso, para receber o apoio de uma incubadora, o seu projeto precisa estar relacionado com o objetivo dela. Por exemplo: uma incubadora de determinada universidade que pesquisa tecnologia ajuda negócios nesse ramo. Mas, não se preocupe: existem centenas por todo o país, é bem possível que você encontre uma que tem a ver com a sua atividade.

 

Aceleradoras

Diferente das incubadoras, as aceleradoras são fundadas por investidores e grandes empresários e por isso não precisam ajudar somente empresas que atuam em ramos específicos – elas podem apoiar qualquer tipo de negócio, desde que tenha potencial para crescer rapidamente. No restante, segue um conceito parecido: oferecem a estrutura necessária até que sua empresa tenha força suficiente para andar com as próprias pernas.

 

Investidor-anjo

O investidor-anjo é uma pessoa física que coloca dinheiro na sua empresa. Geralmente, é alguém que tem um bom patrimônio e bastante experiência. Além de participar com o capital, ele torna-se sócio, e apesar de não atuar diretamente no negócio, ele pode dar conselhos – como se fosse um mentor.  E uma curiosidade: empresas como a Google e o Facebook tiveram a participação de investidores-anjos no começo, sabia?

Alguns sites na internet fazem a mediação entre você e possíveis investidores-anjo, mas, nada impede que você recorra a algum conhecido e troque uma ideia sobre essa possibilidade de investimento.

Essa é outra opção para quem deseja abrir uma empresa. Negócios de tecnologia têm atraído cada vez mais investidores que apostam no crescimento e sucesso da empresa. No entanto, para obter esse tipo investimento é necessário consolidar bem a ideia e o plano de negócio, e apresentar algum diferencial para o investidor.

Em julho de 2017, a Lei Complementar 155/2016 regulamentou a ação dos investidores-anjos, que podem investir entre R$ 50 mil a R$ 600 mil em microempresas e empresas de pequeno porte. Pela Instrução Normativa, os anjos não são considerados sócios e obtém o retorno financeiro de até 50% dos lucros da sociedade, por um período de cinco anos.

 

Comece Pequeno

Apesar das inúmeras possibilidades para obtenção de crédito, alguns empreendedores não conseguem recursos por meio dessas iniciativas. Nesse caso, como conseguir dinheiro para abrir uma empresa?

A solução é começar pequeno e com pouco investimento. Qualquer investimento no início, por menor que pareça pode ajudar na expansão do negócio.

Cuidar da gestão financeira, das despesas e da administração do negócio pode ser mais promissor para uma pequena empresa do que conseguir um alto investimento. Principalmente, se o empreendedor não souber o que fazer com o dinheiro. 

É importante ter em mente que toda solicitação de crédito vai gerar juros e taxas para o negócio. A falta de pagamento de um compromisso como esse pode prejudicar as finanças do negócio no longo prazo. Por isso, antes de buscar crédito para o seu negócio, avalie o que pode ser feito com o dinheiro que você já tem em caixa ou em formas de conseguir aumentar o rendimento da empresa. 

 

Gostou desse artigo? Comente, curta, compartilhe! Acesse aqui para conhecer o Portal Odontocon.

cta medicon 4 600x100 - COMO CONSEGUIR CAPITAL PARA ABRIR SUA EMPRESA

Compartilhe esta publicação

@odontocon