potencial de lucro saiba como calcular odontocon 750x419 - POTENCIAL DE LUCRO: SAIBA COMO CALCULAR

POTENCIAL DE LUCRO: SAIBA COMO CALCULAR

maio 26, 2020 - @odontocon

Sem comentários

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Empreender é uma atividade que envolve paixão, conhecimento e ousadia, mas também requer a dose certa de racionalidade e cálculo. Antes de mergulhar de cabeça em um novo negócio, o empreendedor deve conhecer o potencial de lucro para evitar surpresas futuras.

Um dos principais fatores que indicam o sucesso de um negócio é o lucro obtido e como ele se sustenta. São diversos fatores que precisam ser levados em consideração na hora de calcular o lucro da empresa em um período determinado, incluindo custos, tendências do mercado e boa receptividade do seu produto ou serviço.
 
Antes de chegar ao lucro real, é possível fazer uma análise do potencial de lucro da empresa, ou potencial de rendimento. Este cálculo envolve a diferença entre o lucro esperado com a venda do seu produto ou serviço e os custos totais para fornecê-lo. 

O potencial de lucro é a diferença entre a receita esperada para seus produtos e os custos gerais associados à elaboração do produto. Por exemplo, se você fizer widgets vendidos a R$ 10 que custam R$ 3 para elaborar e R$ 3 para vender, seu potencial de lucro será de R$ 4 para cada widget vendido. Multiplique esse número pelo número total de widgets que espera vender em um determinado período e terá um potencial de lucro projetado.

Apesar de utilizar uma fórmula simples para calcular o potencial de lucro, é preciso lembrar que  isto é apenas uma projeção e não uma receita garantida. Não é possível antecipar com exatidão todos os fatores que podem influenciar no potencial de lucro, principalmente no início de um negócio. 

Para entender melhor como projetar o lucro da sua empresa, preparamos uma lista de cinco perguntas que podem servir como guia. Confira agora!

 

#1 Qual a Demanda Pelo Produto ou Serviço no Longo Prazo?

Antes de iniciar o negócio, é necessário realizar uma pesquisa de mercado para sondar se existe uma demanda de longo prazo — ou seja, sustentável — pelo seu produto ou serviço. Se você tem uma solução para os problemas dos seus clientes e eles estão dispostos a pagar por isso, sua empresa está pronta para decolar.

É importante que o empresário e os sócios sejam pacientes, uma vez que o lucro pode não vir nos primeiros meses. No entanto, se existe demanda, sua empresa tem maiores chances de ter mais receitas do que despesas no futuro.

 

#2 Quem São Meus Concorrentes?

Para saber se você está navegando no oceano azul ou no oceano vermelho, faça uma sondagem da concorrência. Se você tem um negócio local, verifique quais as empresas que oferecem o mesmo tipo de serviço na sua cidade ou região e como você pode se diferenciar delas. Se o seu negócio é online, busque informações sobre e-commerces de produtos ou serviços com mais tempo de atuação.

 

#3 Quem São os Meus Clientes?

Saber para quem você vende é tão importante quanto a venda em si. Com base em pesquisas, trace um perfil do seu cliente para saber quais são os seus problemas e necessidades. Elenque características que vão desde estado civil e gênero até o estilo de vida que ele ou ela adota. Esse perfil deve ser descrito como uma “persona”, o seu cliente ideal.

 

#4 Qual o Custo de Aquisição dos Clientes?

Os compradores não vão aparecer magicamente na sua loja. Você precisa ir atrás deles e, geralmente, isso implica em mais custos. Seja veiculando peças publicitárias em rádios e TVs, seja pagando um profissional de mídias sociais e SEO, você vai precisar desembolsar algo para que as pessoas conheçam seu produto.

O custo de aquisição do cliente é a diferença entre o que é investido em cada cliente e o que esse cliente pode trazer de receita para sua empresa por meio da compra de produtos. É uma análise de ROI simples: divida os custos da ação (um post patrocinado, por exemplo) pelo número de clientes e compare com o tíquete médio.

 

#5 Há Margem Para Reduzir os Custos?

Começar uma empresa não é fácil e pode ser necessário apertar o cinto para que o negócio não vá à bancarrota nos primeiros meses. O que não gera lucro, gera desperdício; portanto, elimine o máximo de desperdícios dentro da sua empresa, seja de insumos, dinheiro ou tempo.

Uma das melhores maneiras de reduzir os desperdícios é utilizando um sistema de controle financeiro. O programa permite gerenciar diferentes contas bancárias, armazenar comprovantes na nuvem, registrar transações e gerar relatórios automaticamente. Com a rotina desburocratizada, o empreendedor pode focar apenas em entregar valor ao cliente.

 

Sua Empresa Está Tendo Lucro ou Prejuízo?

Identificar se a empresa está tendo lucro ou prejuízo está muito além do fluxo de caixa. Saber gerenciar o fluxo de caixa é importante, mas este item mede a situação financeira da empresa e não o lucro que o negócio gerou. Para chegar até esta informação é essencial fazer uma análise de resultados.

Apurar o resultado de uma empresa auxilia na identificação de falhas que comprometem diretamente a obtenção de lucros como desequilíbrio nos custos, preço inadequado ou um direcionamento errado do negócio. Avaliar o resultado possibilita encontrar um ponto de equilíbrio para que a empresa seja lucrativa e também possa se sustentar.
 
Para chegar a esse resultado é preciso avaliar a diferença entre tudo que foi vendido e utilizado dentro de um período de tempo determinado. Esta avaliação pode ser feita ao final de cada mês, mas também como um planejamento para os meses subsequentes.

Ao fazer uma análise de resultados deve-se levar em conta o tipo de empresa que está sendo analisada. Quando se trabalha com um negócio sazonal, por exemplo, é muito provável que a época do ano interfira no resultado final. Um exemplo disso é quando o empreendedor vende chocolates caseiros e tem picos de venda no período da Páscoa ou uma baiana de acarajé que trabalha a beira mar, tem queda nas vendas no período do inverno. Por levar em conta variáveis como estas, a avaliação de resultados deve ser realizada por um período mínimo de seis meses.
 
A apuração de resultados só funcionará se a análise dos itens que fazem parte dela seja realizada com precisão. Para isso é fundamental ter as finanças organizadas e atualizadas, além do controle de todas as despesas e faturamento. 

 

#Bônus: O Que Devo Fazer Com Lucros da Empresa?

Quando a empresa vai bem, após descontar todos os tributos, despesas e custos, fica um capital disponível. Esse lucro pode ser reinvestido na própria empresa após um bom planejamento, de modo que qualquer decisão seja tomada com base nas reais necessidades do negócio. 

Veja abaixo alguns exemplos de como utilizar o lucro obtido:

Fundo de Reserva

Esta reserva é especialmente importante para os empreendedores que estão iniciando a empresa e ainda não tem clientes sólidos. Um fundo de reserva pode ajudar em situações extremas, inadimplência, despesas inesperadas e até mesmo quando o negócio é sazonal e entre no período de baixa procura.

Pague as Dívidas

Quando a empresa tem empréstimos ou financiamentos é possível usar este recurso para quitar as dívidas. Antecipando esses pagamentos o empresário se protege dos altos juros e de possíveis problemas futuros com o atraso nessas obrigações financeiras.

Premiações aos Funcionários

Criar uma política de premiações e remunerações diferenciadas para os funcionários pode ser uma boa forma de incentivá-los.

Modernização da Empresa

Um caminho a ser pensado também é investir o lucro no aperfeiçoamento dos processos, em novos equipamentos ou capacitando os funcionários. Reinvestir o lucro dentro da própria empresa auxilia na sustentabilidade do negócio.

Determinar seu potencial de lucro é uma etapa essencial ao conceber seu plano de negócios e se preparar para abrir sua empresa. Os investidores estarão muito mais propensos a notar sua empresa e aplicar dinheiro nela se você puder apresentar razões sólidas para o seu sucesso em longo prazo.

 

Gostou desse artigo? Comente, curta, compartilhe! Acesse aqui para conhecer o Portal Odontocon.

cta medicon 4 600x100 - POTENCIAL DE LUCRO: SAIBA COMO CALCULAR

Compartilhe esta publicação

@odontocon